segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Boa noite


VOCAÇÃO HUMANA X VOCAÇÃO DIVINA


É bom deixar bem claro, há a vocação humana e a vocação divina. A vocação humana é aquela em que a pessoa se sente feliz e realizada: em ser médico, advogado, professor, lavrador, mecânico... etc. Trabalha naquilo, por que gosta. Se a pessoa precisa trabalhar naquilo, mas não gosta, dizemos que ela não tem aquela vocação.

Mas mesmo assim, esta vocação é diferente da vocação divina, onde a pessoa, ao escolher ser padre, religioso, ou religiosa, escolhe aquilo porque gosta e se sente feliz. Então, qual é a diferença? A diferença é que na vocação humana, você faz aquilo e espera o salário, a recompensa merecedora por aquilo em que você se esforçou. Na vocação divina, você faz puramente por amor. Faz por um amor desinteressado, que sai de dentro do coração, da alma, e produz uma paz verdadeira, porque provêm do cumprimento da vontade de Deus. Podemos, então dizer que este é um amor-doação.

"Assim também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos servos inúteis; fizemos somente o que devíamos fazer." (Lc 17, 10)

No Reino de Deus não se trabalha para alcançar prêmios na terra, mas no Céu. Santa Teresinha do Menino Jesus dizia: "A nós o trabalho, a Jesus o sucesso!"

Esse é o motivo pelo qual vocação divina não é profissão, onde, se você não gosta, reclama, não trabalha direito, ou até mesmo, se possível deixa o emprego.

Mas, na vocação divina se uma pessoa já assumiu perante Deus, aquele compromisso, ela deve ir até o fim, sem desanimar com o peso da Cruz, nem em querer ser elogiado pelo que fez. E isto não vale somente para a vida religiosa consagrada, mas também para o casamento.

É muito freqüente ouvir-se em Curso de noivos, que não se deve pensar em casar só para ser feliz, mas para fazer o outro feliz. Se você casou para ser feliz, você não compreendeu o sentido do casamento, você deve querer fazer a felicidade daquela pessoa que você ama, e assim você será feliz! Já pensou se todos os casados tivessem este pensamento, como não seriam diferentes os casamentos?

Depois das curas e milagres, Jesus não esperava os aplausos, Ele cumpria a Vontade do Pai saindo despercebido antes de ser aclamado:

"O que havia sido curado, porém, não sabia quem era, porque Jesus havia se retirado da multidão que estava naquele lugar."(Jo 5, 13)

"À vista desse milagre de Jesus, aquela gente dizia: 'Este é verdadeiramente o profeta que há de vir ao mundo. Jesus percebendo que queriam arrebatá-Lo e fazê-Lo rei, tornou a retirar-Se sozinho para o monte." (Jo 6, 14 - 15)

"Espalhava-se mais e mais a Sua fama e corriam grandes multidões para o ouvir e ser curadas das suas enfermidades, mas Ele costumava retirar-Se a lugares solitários para orar." (Lc 5, 15- 16)

A vocação divina é diferente da vocação humana, pois não se trata de uma profissão, mas de um estado de vida. Deve ser uma doação, livre, consciente, madura, por amor a Deus e ao próximo.

Se para toda decisão de nossa vida, devemos ser sensatos, quanto mais uma decisão que levará a um estado de vida definitivo.

fonte: http://jardimdafe.blogspot.com.br/

Entenda as riquezas do Concílio Vaticano II na vida da Igreja


'Nós somos chamados a viver e testemunhar o Evangelho e o Concílio nos ajudou e nos ajuda', declarou Dom Armando

Um verdadeiro "fermento de novidades" na Igreja Católica. Um acontecimento que fez a Igreja retomar a consciência sobre o que ela é e qual é sua missão no mundo. Assim foi o Concílio Vaticano II, que completa 50 anos de existência neste Ano da Fé, proclamado pelo Papa Bento XVI para o período de 11 de outubro de 2012 a 24 de novembro de 2013.

Com 16 documentos publicados, o Concílio enfrenta as dimensões do que é ser Igreja, procurando olhar tanto para sua história quanto para o futuro. Isso foi o que explicou o presidente da Comissão Episcopal Pastoral de Liturgia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Armando Bucciol.

Ele destacou que, nas próprias orientações do Papa Bento XVI, é possível perceber que o Concílio Ecumênico Vaticano II representou continuidade e ruptura da vida da Igreja. "Eu aceito sem dúvida, como o Papa insiste, que foi continuidade com a história precedente da Igreja; também em si marca a nossa história eclesial e podemos considerá-lo como o evento que o Espírito Santo gerou com a atuação concreta de pessoas, o evento de maior peso do último século da nossa história".

Em 50 anos, muitas foram as mudanças, de forma que é difícil expressar em poucas palavras tantas alterações. "É todo um movimento de reforma que acontece em diversos âmbitos, começando pela Liturgia, depois no campo do relacionamento da Igreja com o mundo, com as outras religiões. Ousaria dizer que o elemento talvez mais importante é a respeito da Palavra de Deus”, elencou o bispo.

O que levou ao Concílio Vaticano II?

Dom Armando contou que ele era adolescente e estava no seminário quando foi anunciado o Concílio. Ele explicou que a Igreja na época do Papa Pio XII tinha grandes valores e méritos, mas se defendia de um mundo agressor caracterizado pelo materialismo, comunismo e racionalismo. De acordo com o bispo, o sucessor de Pio XII, Papa João XXIII, soube captar os finais dos tempos e compreender a necessidade de mudança na Igreja.

“Ele (Papa João XXIII) percebe que a Igreja deve se abrir, entrar em diálogo, não pode ser uma Igreja fechada e, portanto, eis que propõe o Concílio, como momento de partilha, de busca. Eu acredito mesmo, à luz de tudo aquilo que aconteceu, que foi um grande presente de Deus por meio dos Papas que nossa Igreja recebeu. Com certeza, nesta época em que o Concílio aconteceu, muito coisa precisava ser revista e, com a graça de Deus, isso se deu”.

Documentos
Os frutos que o Concílio trouxe para a Igreja estão organizados em 4 constituições, 3 declarações e 9 decretos. De acordo com Dom Armando, a constituição é algo de peso maior, discorrendo sobre temas como Liturgia, Palavra de Deus e Igreja no mundo contemporâneo, por exemplo. Já os decretos se fundamentam nas constituições, que são as grandes luzes, mas isso não significa que tenham menor valor.

O bispo disse ainda que, nesses documentos, praticamente toda a vida da Igreja é revista à luz da Palavra de Deus, da Tradição e do Magistério. Ele também explicou que o processo para definir uma autocompreensão da Igreja acerca de sua existência e missão envolve o trabalho de comunhão eclesial.

“A Igreja em sua comunhão eclesial, o Papa com todos os bispos, faz uma leitura com a ajuda de um grande número de peritos, assessores, teólogos, que procuram fazer uma revisão nas diferentes dimensões para depois dizer como é que ela se autocompreende e pretende ser em sua caminhada futura”

Ano da Fé: aproveitar as riquezas do Concílio

Diante das riquezas oferecidas pelo Concílio, o bispo acredita ser oportuno retomar os documentos, não ao pé da letra, mas atentando para seus conteúdos essenciais, de forma a captar aquilo que aconteceu no século passado e que ainda hoje precisa ser compreendido.

“Eu mesmo li dezenas de vezes os documentos, sobretudo os que mais mexem com minha competência específica, sobre Liturgia. Nós podemos perceber que quando se lê e relê, estes documentos são grandes luzes, frutos de tantas cabeças a corações”.

Em especial neste Ano da Fé, Dom Armando acredita que o Papa Bento XVI nos convida a termos uma fé mais sólida, mais madura. Para ele, a luz de Cristo deve iluminar todos os tempos, luz esta que se reflete de formas diferentes em diferentes situações.

“Penso que é importante que as novas gerações que não viveram a época conciliar procurem conhecer, com uma leitura atenta, profunda e bem fundamentada desses documentos. Nós somos chamados a viver e testemunhar o Evangelho e o Concílio nos ajudou e nos ajuda. 


fonte: http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=287171

salmo do dia,


Salmo (Salmos 95)

Segunda-Feira, 27 de Agosto de 2012
Santa Mônica


— Anunciai as maravilhas do Senhor entre todas as nações!

— Anunciai as maravilhas do Senhor entre todas as nações!


— Cantai ao Senhor Deus um canto novo, cantai ao Senhor Deus, ó terra inteira! Cantai e bendizei seu santo nome!

— Dia após dia anunciai sua salvação, manifestai a sua glória entre as nações, e entre os povos do universo seus prodígios!

— Pois Deus é grande e muito digno de louvor, é mais terrível e maior que os outros deuses; porque um nada são os deuses dos pagãos. Foi o Senhor e nosso Deus quem fez os céus.

evangelho do dia,

Evangelho (Mateus 23,13-22)

Segunda-Feira, 27 de Agosto de 2012
Santa Mônica


— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.


Naquele tempo, disse Jesus: 13“Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós fechais o Reino dos Céus aos homens. Vós porém não entrais, 14nem deixais entrar aqueles que o desejam. 15Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós percorreis o mar e a terra para converter alguém, e quando conseguis, o tornais merecedor do inferno, duas vezes pior do que vós.

16Ai de vós, guias cegos! Vós dizeis: ‘Se alguém jura pelo Templo, não vale; mas, se alguém jura pelo ouro do Templo, então vale!’ 17Insensatos e cegos! O que vale mais: o ouro ou o Templo que santifica o ouro? 18Vós dizeis também: ‘Se alguém jura pelo altar, não vale; mas, se alguém jura pela oferta que está sobre o altar, então vale!’

19Cegos! O que vale mais: a oferta, ou o altar que santifica a oferta? 20Com efeito, quem jura pelo altar, jura por ele e por tudo o que está sobre ele. 21E quem jura pelo Templo, jura por ele e por Deus que habita no Templo. 22E quem jura pelo céu, jura pelo trono de Deus e por aquele que nele está sentado”.


- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor.


santo do dia,

Santa Mônica

27 de Agosto



Neste dia, celebramos a memória desta grande santa, que nos provou com sua vida que realmente "tudo pode ser mudado pela força da oração." Santa Mônica nasceu no norte da África, em Tagaste, no ano 332, numa família cristã que lhe entregou – segundo o costume da época e local – como esposa de um jovem chamado Patrício.


Como cristã exemplar que era, Mônica preocupava-se com a conversão de sua família, por isso se consumiu na oração pelo esposo violento, rude, pagão e, principalmente, pelo filho mais velho, Agostinho, que vivia nos vícios e pecado. A história nos testemunha as inúmeras preces, ultrajes e sofrimentos por que Santa Mônica passou para ver a conversão e o batismo, tanto de seu esposo, quanto daquele que lhe mereceu o conselho: "Continue a rezar, pois é impossível que se perca um filho de tantas lágrimas".


Santa Mônica tinha três filhos. E passou a interceder, de forma especial, por Agostinho, dotado de muita inteligência e uma inquieta busca da verdade, o que fez com que resolvesse procurar as respostas e a felicidade fora da Igreja de Cristo. Por isso se envolveu em meias verdades e muitas mentiras. Contudo, a mãe, fervorosa e fiel, nunca deixou de interceder com amor e ardor, durante 33 anos, e antes de morrer, em 387, ela mesma disse ao filho, já convertido e cristão: "Uma única coisa me fazia desejar viver ainda um pouco, ver-te cristão antes de morrer".


Por esta razão, o filho Santo Agostinho, que se tornara Bispo e doutor da Igreja, pôde escrever: "Ela me gerou seja na sua carne para que eu viesse à luz do tempo, seja com o seu coração para que eu nascesse à luz da eternidade".


Santa Mônica, rogai por nós!


sábado, 25 de agosto de 2012

Boa noite


OVELHA SEM PASTOR


Em nossas vidas somos conduzidos e ajudamos a conduzir.

Esta dinâmica visa ajudar a tomar consciência destas nossa vocação.

Vivemos nesta tensão que é salutar: evangelizamos e somos evangelizados.

Não existe atitude neutra: ou interferimos positiva ou negativamente.

Primeiro passo: Clarear os passos

1-     Convidar os participantes a formar duplas, ficando um ao lado do outro.

2-     A dupla define quem deles será a ovelha e quem ser’o pastor:

-         A ovelha fecha livremente os seus olhos e é conduzida pelo pastor.

-         O pastor – olhos abertos – toma a ovelha pelas mãos, ombro… e a conduz

-         Enquanto isso, estar atento aos sentimentos que xperimenta:

-         Como ovelha: enquanto é conduzida – o que sente? (medo, confiança…).

-         Como pastor: enquanto conduz- o que sente? (responsabilidade, medo…)

Segundo passo: Caminhando

3-     As duplas (pastor e ovelha) vão caminhando por diversos caminhos. Deixar um tempo.

4-     Depois, o assessor convida a mudar:

-         quem era a ovelha se torna agora pastor;

-         quem era pastor se torna agora ovelha.

5-     E a dinâmica continua. Deixar um tempo.

Terceiro passo: Partilha

6-     Dar um sinal de parada e as duplas voltam à sala, partilhando a experiência feita.

7-     Favorecer um pequeno plenário:

-         como foi a experiência? O que sentiram como ovelha e como pastor?

-         Na vida diária, quem nos conduz? Onde devemos nos deixar conduzir mais?

-         O que esta dinâmica tem haver com as nossa vida, em nossa missão?

-         Onde esta realidade aparece na Palavra de Deus (Bíblia)?

“Não podemos ser amigos de todos, mas podemos tratar a todos fraternalmente. E esta fraternidade fará surgir novas amizades. Sem fraternidade não há amizades autênticas.”

 

fonte: http://jardimdafe.blogspot.com.br/

Fortalecei-vos no Senhor

salmo do dia,

Salmo (Salmos 84)

Sábado, 25 de Agosto de 2012
20ª Semana Comum


— A glória do Senhor habitará em nossa terra.

— A glória do Senhor habitará em nossa terra.


— Quero ouvir o que o Senhor irá falar: é a paz que ele vai anunciar; Está perto a salvação dos que o temem, e a glória habitará em nossa terra.

— A verdade e o amor se encontrarão, a justiça e a paz se abraçarão; da terra brotará a fidelidade, e a justiça olhará dos altos céus.

— O Senhor nos dará tudo o que é bom, e a nossa terra nos dará suas colheitas; a justiça andará na sua frente e a salvação há de seguir os passos seus.


evangelho do dia,

Evangelho (Mateus 23,1-12)

Sábado, 25 de Agosto de 2012
20ª Semana Comum


— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor!


Naquele tempo, 1Jesus falou às multidões e aos seus discípulos: 2“Os mestres da Lei e os fariseus têm autoridade para interpretar a Lei de Moisés. 3Por isso, deveis fazer e observar tudo o que eles dizem. Mas não imiteis suas ações! Pois eles falam e não praticam. 4Amarram pesados fardos e os colocam nos ombros dos outros, mas eles mesmos não estão dispostos a movê-los, nem sequer com um dedo.

5Fazem todas as suas ações só para serem vistos pelos outros. Eles usam faixas largas, com trechos da Escritura, na testa e nos braços, e põem na roupa longas franjas.

6Gostam de lugar de honra nos banquetes e dos primeiros lugares nas sinagogas. 7Gostam de ser cumprimentados nas praças públicas e de serem chamados de Mestre. 8Quanto a vós, nunca vos deixeis chamar de Mestre, pois um só é vosso Mestre e todos vós sois irmãos.

9Na terra, não chameis a ninguém de pai, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus. 10Não deixeis que vos chamem de guias, pois um só é o vosso Guia, Cristo. 11Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. 12Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado”.


- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor.


santo do dia,

São Luís

25 de Agosto


Nós celebramos neste dia a vida do santo, que foi rei da França, Luís IX. Ele nasceu em Poissy a 25 de abril de 1214 e teve a graça de ter uma mãe muito religiosa, tanto assim que o aconselhava depois do Batismo: "Filhinho, agora és um templo do Espírito Santo, conserva sempre teu coração puro e jamais o manches com o pecado ".


A rainha-mãe, Branca de Castela, providenciou ótimos professores e instrutores para uma formação digna do filho, dessa forma quando o pai de Luís morreu, quando este tinha apenas 12 anos, o jovem pôde ser coroado e na idade de 21 anos começar a reger toda a nação, sem esquecer sua realidade de pai e esposo. São Luís era penitente, humilde, homem de oração e caridade; participava com tanta perseverança da Santa Missa diária que, ao ser provocado por nobres, respondia: "Se eu dedicasse tempo dobrado para os jogos ou para a caça, ninguém repreenderia!"


São Luís buscava intensamente viver a justiça do Reino de Deus enquanto rei e cristão, por isso praticava o que aconselhava: "Não tiremos o bem dos outros nem sequer para o dar a Deus". Cheio de amor a Cristo, à Igreja e ao Papa, São Luís organizou até mesmo cruzadas a fim de resgatar os lugares santos; certa vez ficou preso durante 5 anos e depois de solto empenhou-se numa outra cruzada que o vitimou com uma peste mortífera (tifo). Ao receber os santos sacramentos esse grande santo entrou no Céu a 25 de agosto de 1270.


Foi canonizado em 1297, pelo Papa Bonifácio VIII.


São Luís, rogai por nós!

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Boa noite


O Espelho de Gandhi




Perguntaram a Mahatma Gandhi quais são os fatores que destroem os seres humanos.

Ele respondeu:

“A Política, sem princípios;

o Prazer, sem compromisso;

a Riqueza, sem trabalho;

a Sabedoria, sem caráter;

os negócios, sem moral;

a Ciência, sem humanidade;

a Oração, sem caridade.”

E continuou:

“A vida me ensinou que as pessoas são amigáveis, se eu sou amável;

que as pessoas são tristes, se estou triste;

que todos me querem, se eu os quero;

que todos são ruins, se eu os odeio;

que há rostos sorridentes, se eu lhes sorrio;

que há faces amargas, se eu sou amargo;

que o mundo está feliz, se eu estou feliz;

que as pessoas ficam com raiva quando eu estou com raiva;

que as pessoas são gratas, se eu sou grato.

A vida é como um espelho: se você sorri para o espelho, ele sorri de volta.

A atitude que eu tome perante a vida é a mesma que a vida vai tomar perante mim.”

 

fonte: http://jardimdafe.blogspot.com.br/

Maria, nossa Rainha e Mãe!

Leigos também são responsáveis no trabalho da Igreja, diz Papa



'Essa responsabilidade requer uma mudança de mentalidade, em particular, sobre o papel do leigo na Igreja', escreveu Bento XVI

 

 

O Papa Bento XVI enviou uma mensagem por ocasião da 6º Assembleia Ordinária do Fórum Internacional da Ação Católica, que começou na quarta-feira, 22. Neste ano, o tema central do encontro é “Membros leigos da Ação Católica: corresponsabilidade eclesial e social”. Na mensagem enviada pelo Pontífice, ele destacou que os leigos também são responsáveis pelo trabalho da Igreja.

“Essa responsabilidade requer uma mudança de mentalidade, em particular, sobre o papel do leigo na Igreja”, escreveu o Papa. “Eles não devem ser considerados como meros ‘colaboradores’ do clero, mas como pessoas verdadeiramente ‘corresponsáveis’ no trabalho da Igreja”, disse.

O Santo Padre disse que é importante que os leigos sejam bem formados e capazes de fazer “sua própria contribuição específica para a missão da Igreja, de acordo com os ministérios e tarefas em que cada um toma parte na vida da Igreja, e sempre em comunhão amigável com os bispos”.

Bento XVI encorajou os membros da Ação Católica a anunciar a mensagem de Cristo na linguagem do nosso tempo, que tem sido marcado por rápidas transformações sociais e culturais, chamando isso de “o grande desafio da Nova Evangelização”.

 

fonte: http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=287188

salmo do dia,

Salmo (Salmos 148)

Quinta-Feira, 23 de Agosto de 2012
Santa Rosa de Lima


— Vós jovens, vós moças e rapazes, louvai todos o nome do Senhor!

— Vós jovens, vós moças e rapazes, louvai todos o nome do Senhor!


— Louvai o Senhor Deus nos altos céus, louvai-o no excelso firmamento! Louvai-o, anjos seus, todos louvai-o, louvai-o, legiões celestiais!

— Reis da terra, povos todos, bendizei-o, e vós, príncipes e todos os juízes; e vós, jovens, e vós, moças e rapazes, anciãos e criancinhas, bendizei-o! Louvem o nome do Senhor, louvem-no todos.

— A majestade e o esplendor de sua glória ultrapassam em grandeza o céu e a terra! Ele exaltou seu povo eleito em poderio, ele é o motivo de louvor para os seus santos. É um hino para os filhos de Israel, este povo que ele ama e lhe pertence.

evangelho do dia,

Evangelho (Mateus 13,44-46)

Quinta-Feira, 23 de Agosto de 2012
Santa Rosa de Lima


— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.


Naquele tempo, disse Jesus à multidão: 44“O Reino dos Céus é como um tesouro escondido no campo. Um homem o encontra e o mantém escondido. Cheio de alegria, ele vai, vende todos os seus bens e compra aquele campo. 45O Reino dos Céus também é como um comprador que procura pérolas preciosas. 46Quando encontra uma pérola de grande valor, ele vai, vende todos os seus bens e compra aquela pérola”.


- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor.


santo do dia,

Santa Rosa de Lima

23 de Agosto



Para todos nós, hoje é dia de grande alegria, pois podemos celebrar a memória da primeira santa da América do Sul, Padroeira do Peru, das Ilhas Filipinas e de toda a América Latina. Santa Rosa nasceu em Lima (Peru) em 1586; filha de pais espanhóis, chamava-se Isabel Flores, até ser apelidada de Rosa por uma empregada índia que a admirava, dizendo-lhe: "Você é bonita como uma rosa!".


Rosa bem sabia dos elogios que a envaideciam, por isso buscava ser cada vez mais penitente e obedecer em tudo aos pais, desta forma, crescia na humildade e na intimidade com o amado Jesus. Quando o pai perdeu toda a fortuna, Rosa não se perturbou ao ter que trabalhar de doméstica, pois tinha esta certeza: "Se os homens soubessem o que é viver em graça, não se assustariam com nenhum sofrimento e padeceriam de bom grado qualquer pena, porque a graça é fruto da paciência".


A mudança oficial do nome de Isabel para Rosa ocorreu quando ela tomou o hábito da Ordem Terceira Dominicana, da mesma família de sua santa e modelo de devoção: Santa Catarina de Sena e, a partir desta consagração, passou a chamar-se Rosa de Santa Maria. Devido à ausência de convento no local em que vivia, Santa Rosa de Lima renunciou às inúmeras propostas de casamento e de vida fácil: "O prazer e a felicidade de que o mundo pode me oferecer são simplesmente uma sombra em comparação ao que sinto".


Começou a viver a vida religiosa no fundo do quintal dos pais e, assim, na oração, penitência, caridade para com todos, principalmente índios e negros, Santa Rosa de Lima cresceu na união com Cristo, tanto quanto no sofrimento, por isso, tempos antes de morrer, aos 31 anos (1617), exclamou: "Senhor, fazei-me sofrer, contanto que aumenteis meu amor para convosco".


Foi canonizada a 12 de abril de 1671 pelo Papa Clemente X.


Santa Rosa de Lima, rogai por nós!

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

bom dia


Salmo 91 - Por Cid Moreira

salmo do dia,

Salmo (Salmos 112)

Quarta-Feira, 22 de Agosto de 2012
Nossa Senhora Rainha


— Bendito seja o nome do Senhor, agora e por toda a eternidade!

— Bendito seja o nome do Senhor, agora e por toda a eternidade!


— Louvai, louvai ó servos do Senhor, louvai, louvai o nome do Senhor. Bendito seja o nome do Senhor, agora e por toda a eternidade!

— Do nascer do sol até o seu ocaso, louvado seja o nome do Senhor! O Senhor está acima das nações, sua glória vai além dos altos céus.

— Quem pode comparar-se ao nosso Deus, ao Senhor, que no alto céu tem o seu trono e se inclina para olhar o céu e a terra?

— Levanta da poeira o indigente e do lixo ele retira o pobrezinho, para fazê-lo assentar-se com os nobres, assentar-se com os nobres do seu povo!

evangelho do dia,

Evangelho (Lucas 1,26-38)

Quarta-Feira, 22 de Agosto de 2012
Nossa Senhora Rainha

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.


Naquele tempo, 26o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, 27a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José. Ele era descendente de Davi e o nome da Virgem era Maria.

28O anjo entrou onde ela estava e disse: “Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!” 29Maria ficou perturbada com estas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação.

30O anjo, então, disse-lhe: “Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. 31Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus. 32Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi. 33Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó, e o seu reino não terá fim”.

34Maria perguntou ao anjo: “Como acontecerá isso, se eu não conheço homem algum?” 35O anjo respondeu: “O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com sua sombra. Por isso, o menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus. 36Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na velhice. Este já é o sexto mês daquela que era considerada estéril, 37porque para Deus nada é impossível”.

38Maria, então, disse: “Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!” E o anjo retirou-se.


- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor.

santo do dia,

Nossa Senhora Rainha

22 de Agosto


Instituída pelo Papa Pio XII, celebramos hoje a Memória de Nossa Senhora Rainha, que visa louvar o Filho, pois já dizia o Cardeal Suenens: "Toda devoção a Maria termina em Jesus, tal como o rio que se lança ao mar".


Paralela ao reconhecimento do Cristo Rei encontramos a realeza da Virgem a qual foi Assunta ao Céu. Mãe da Cabeça, dos membros do Corpo místico e Mãe da Igreja; Nossa Senhora é aquela que do Céu reina sobre as almas cristãs, a fim de que haja a salvação: "É impossível que se perca quem se dirige com confiança a Maria e a quem Ela acolher" (Santo Anselmo).


Nossa Senhora Rainha, desde a Encarnação do Filho de Deus, buscou participar dos Mistérios de sua vida como discípula, porém sem nunca renunciar sua maternidade divina, por isso o evangelista São Lucas a identifica entre os primeiros cristãos: "Maria, a mãe de Jesus" (Atos 1,14). Diante desta doce realidade de se ter uma Rainha no Céu que influencia a Terra, podemos com toda a Igreja saudá-la: "Salve Rainha" e repetir com o Papa Pio XII que instituiu e escreveu a Carta Encíclica Ad Caeli Reginam (à Rainha do Céu): "A Jesus por Maria. Não há outro caminho".


Nossa Senhora Rainha, rogai por nós!

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Boa noite


"Todo ser humano, mesmo quem errou, é filho de Deus" diz padre

 


'Muitas vezes, essas próprias pessoas que cometeram o delito são vítimas de várias situações e por isso a gente é uma presença amiga', diz o padre

 

Pessoas que erraram e deixaram mágoas, mas que continuam sendo filhas de Deus. Neste mês de agosto, a intenção geral de oração do Papa Bento XVI é pelos presos, para que sejam tratados com justiça e tenham sua dignidade respeitada. Por meio das Pastorais Carcerárias, a Igreja desenvolve trabalhos voltados para a recuperação dessas pessoas, o que incluiu não só a evangelização, mas também a escuta.

Mesmo tendo ferido os Mandamentos de Deus e a lei dos homens, é com misericórdia que a Igreja acolhe os presidiários. Isso é o que contou o coordenador da Pastoral Carcerária do Regional Norte da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padre Gianfranco Graviola, que realiza este trabalho há cerca de sete anos.

“Apesar disso, nós temos a atitude do bom samaritano, esta é uma atitude da Pastoral Carcerária, uma atitude de misericórdia e de acolhida, porque muitas vezes, essas próprias pessoas que cometeram o delito são vítimas de várias situações e por isso a gente é uma presença amiga, samaritana e de acolhida. Também para que nesse tipo de acolhida possa agir a presença do Reino de Deus, que salva e resgata a pessoa”.

Sobre o que pode ter motivado o Papa a rezar pelos presos neste mês de agosto, padre Gianfranco mencionou uma recente visita que Bento XVI fez ao Cárcere Italiano de Rebibbia. “Certamente, ele (o Papa) viu na realidade italiana, no cárcere, os aspectos que existem de negatividade e, sobretudo, aspectos que ferem a dignidade do ser humano. Todo ser humano, para nós, mesmo quem errou, é filho e filha de Deus e merece uma atenção especial, sobretudo merece que nós o tratemos com dignidade para que ele possa voltar ao convívio da humanidade”.

Dificuldades

Mesmo simbolizando um importante papel social, o trabalho da Pastoral Carcerária ainda tem muitos desafios, como fazer as pessoas acreditarem que esta é uma ação interessante e que trabalha a nossa humanidade e o Reino de Deus. Padre Gianfranco também contou que as pessoas têm muito medo do que pode acontecer com elas dentro dos presídios.

Mas para o sacerdote, é necessário as pessoas acreditarem mais na possibilidade de recuperação dos presos, o que justifica a existência da Pastoral Carcerária. Ele informou que já existe uma iniciativa que busca trabalhar essa restauração.

“Nós estamos num projeto nacional de pastoral chamado ‘Justiça restaurativa’, já há um ano, um ano e meio e estamos trabalhando nesse sentido, de restaurar relações, sobretudo entre quem ofendeu, quem cometeu o delito, e o ofendido”.

E para quem pensa que o trabalho da Pastoral é somente evangelizar, padre Gianfranco destacou outra importante característica deste trabalho: saber escutar. “Às vezes a gente não faz a chamada evangelização ou catequese; às vezes é preciso parar para escutar, porque também não se tem só o presidiário, mas normalmente tem outras pessoas a eles ligadas que são as famílias, os filhos, realidades do preso e da presa e que fazem parte da nossa realidade, num certo sentido”, explicou. 


fonte: http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=287146

Escolha o que é essencial

Mensagem do missionário Alexandre Oliveira, no programa "Sorrindo pra Vida" da TV Canção Nova, desta terça-feira, dia 21 de agosto de 2012.



A Palavra meditada, hoje, está em Jó 1,6-22


"Não perca a sua fé", orienta Alexandre


salmo do dia,

Salmo (Deuteronômio 32,26-36)

Terça-Feira, 21 de Agosto de 2012
São Pio X


— Sou eu que tiro a vida, sou eu quem faz viver!

— Sou eu que tiro a vida, sou eu quem faz viver!


— Pensei: “Vou espalhá-los pela terra, farei cessar sua memória inteiramente”. Mas receava a reação dos inimigos, a má interpretação dos adversários.

— Eles diriam: Nossa mão prevaleceu, não foi o Senhor Deus que isto fez. Porque meu povo é gente sem juízo, é gente que não tem discernimento.

— Como pode um homem só perseguir mil, como dois podem fazer fugir dez mil? Não é porque sua Rocha os vendeu, não é porque o Senhor os entregou?

— Já vem o dia em que serão arruinados e o seu destino se apressa em chegar. Porque o Senhor fará justiça ao seu povo e salvará todos aqueles que o servem.


evangelho do dia,

Evangelho (Mateus 19,23-30)

Terça-Feira, 21 de Agosto de 2012
São Pio X


— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.


Naquele tempo, 23Jesus disse aos discípulos: “Em verdade vos digo, dificilmente um rico entrará no reino dos Céus. 24E digo ainda: é mais fácil um camelo entrar pelo buraco de uma agulha, do que um rico entrar no Reino de Deus”. 25Ouvindo isso, os discípulos ficaram muito espantados, e perguntaram: “Então, quem pode ser salvo?” 26Jesus olhou para eles e disse: “Para os homens isso é impossível, mas para Deus tudo é possível”.

27Pedro tomou a palavra e disse a Jesus: “Vê! Nós deixamos tudo e te seguimos. Que haveremos de receber?” 28Jesus respondeu: “Em verdade vos digo, quando o mundo for renovado e o Filho do Homem se sentar no trono de sua glória, também vós, que me seguistes, havereis de sentar-vos em doze tronos para julgar as doze tribos de Israel. 29E todo aquele que tiver deixado casas, irmãos, irmãs, pai, mãe, filhos, campos, por causa do meu nome, receberá cem vezes mais e terá como herança a vida eterna. 30Muitos que agora são os primeiros, serão os últimos. E muitos que agora são os últimos, serão os primeiros.


- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor.


santo do dia,

São Pio X

21 de Agosto


Celebramos hoje um Papa que mereceu ser reconhecido por santo, embora na humildade típica das almas abençoadas, José Sarto respondia àqueles que o chamavam de santo: "Não santo, mas Sarto". Nascido em 1835 ao norte da Itália e de família muito simples e religiosa, o pequeno José, com muito esforço e sacrifício conseguiu – com o apoio dos pais – estudar e entrar para o Seminário.


Com sua permanente autodefinição: "um pobre vigário da roça", José Sarto percorreu com simplicidade o caminho que o Espírito Santo traçou da responsabilidade de vigário de uma pequena aldeia até o Papado. Tomando o nome de Pio X, chamava a atenção pela modéstia e pobreza que o possibilitava à vivência da sua idéia-força: "Restaurar todas as coisas em Cristo".


São Pio X foi Papa de 1903 a 1914. Ocupado com a pastoral, São Pio X realizou reformas na liturgia, favoreceu a comunhão diária e a comunhão das crianças, sendo que no campo doutrinal rebateu por amor à Verdade o relativismo moderno. Sorridente, pai e pastor, São Pio X entrou no Céu com 79 anos, deixando para a Igreja o seu testemunho de pobreza, pois conta-se o fato, tomou dinheiro emprestado para comprar as passagens de ida e volta rumo ao conclave que o teria escolhido Papa, pois não acreditava num erro do Espírito Santo.


São Pio X, rogai por nós!


segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Bom dia



"Tenha Jesus Cristo em seu coração e todas as cruzes do mundo parecerão rosas." 

(São Pio de Pietrelcina)

Religiosa fala sobre chamado vocacional e amor à comunicação



Irmã Rosa Maria é consagrada há 20 anos e atua como assessora executiva para a comunicação na CRB Nacional

Deixar tudo para seguir a Cristo e servir os irmãos. Essa é a missão daqueles que são chamados por Deus à vida consagrada.

Durante esta semana, a Igreja Católica recorda todos aqueles que se dedicam à essa vocação, encontrada na vida monástica, ordem das virgens, eremitas, viúvas, vida contemplativa, vida religiosa apostólica, institutos seculares e sociedades de vida apostólica, conforme explica o subsídio para o mês vocacional.

Para celebrar a data, o noticias.cancaonova.com entrevistou Irmã Rosa Maria Martins Silva, de 43 anos, dos quais 20 como religiosa na Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeo - Scalabrinianas. Atualmente ela realiza um trabalho diferenciado como jornalista e Assessora Executiva para a Comunicação da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB Nacional).

Irmã Rosinha, como é conhecida pelos colegas, conta como foi seu chamado, um pouco de sua trajetória como consagrada, seu trabalho com os migrantes e seu amor pela área da comunicação.

Leia a entrevista na íntegra:

noticias.cancaonova.com - Como foi seu chamado vocacional?

Irmã Rosa Maria: Cresci numa família muito católica, de 11 irmãos. Papai e mamãe nos reunia toda noite para rezarmos o terço juntos. Faltar às Celebrações Eucarísticas, nunca. Se colocar a serviço dos mais necessitados, sempre. Me recordo ainda com meus 9 ou 10 anos, perambulando pelas ruas da minha cidade pedindo esmolas para ajudar comunidades ou famílias carentes. Era a alegria da minha vida.

Penso que esta base religiosa me preparou para responder a um chamado que mais tarde, Jesus me faria. O chamado senti nas Missas dominicais quando o padre, sempre através do Evangelho, contava uma história de Jesus, o que Ele fazia, sua bondade, seus milagres, sua defesa daqueles que tinham a dignidade ferida: os pobres, os marginalizados, as mulheres, os cegos, os leprosos (lágrimas). Numa dessas Missas, vi uma senhora com uma veste azul, evidentemente era uma freira. Puxei a blusa da mamãe e falei baixinho ao ouvido dela: “mamãe, quero ser como aquela mulher lá”. E sempre persegui este propósito, do qual não tirei mais os olhos.

noticias.cancaonova.com - Quando pensamos em religiosas, as imaginamos trabalhando com crianças, idosos... mas encontramos irmãs como a senhora, jornalista, atuante na área da Comunicação. Como é essa realidade?

Irmã Rosa Maria: O que fundamenta a minha escolha por esta área é a certeza de que não há evangelização, não há encontro com os mais pobres e excluídos, não há testemunho sem a comunicação. Para falar de Deus e experienciá-Lo, precisamos aprender a ouvir a mensagem, a ser mensagem, a transmiti-la.

Esse é o grande mérito da Comunicação no processo evangelizador: Dela depende a eficácia e a eficiência da nossa missão. Um cristão que não sabe ouvir, que não sabe “escutar com os ouvidos e com o coração”, não evangeliza, não transmite a Mensagem (Jesus Cristo). Já conhecemos o ditado de que o Meio é a Mensagem. Em se tratando de Cristianismo, de evangelização, o meio mais eficaz para a transmissão da mensagem sou EU. Daí a importância de escutar Deus na oração, nas realidades que nos cercam, no grito dos sofredores, dos oprimidos da história para dizer ao mundo quem Deus é, quem o Pai do céu é.

E evidentemente os Meios de Comunicação: o rádio, a TV, o Jornal, a internet, são espaços poderosos para quem vive nessa dinâmica da evangelização. Podemos e devemos aproveitar esses meios para que Aquele no qual acreditamos e D’ele fizemos a razão maior de nossa existência, possa ser mais conhecido, servido e amado.

noticias.cancaonova.com - Em que áreas a senhora já trabalhou até chegar no que faz hoje?

Irmã Rosa Maria: Tenho 20 anos de Vida Consagrada e 43 de idade. A maior parte destes trabalhei na rede scalabriniana de educação, mas atuei na periferia de São Paulo, em áreas de risco, trabalhando com migrantes. Experiência que não me esqueço jamais: Deus está em todo lugar, mas de maneira muito especial ele se encontra onde a dignidade do ser humano se vê perdida. E isso é maravilhoso.

noticias.cancaonova.com - A congregação da senhora não faz o uso do hábito, utilizando roupas do cotidiano. Esse jeito de se vestir atrapalha ou ajuda na sua missão?

Irmã Rosa Maria: Quando entrei, se recordam a fala anterior eu queria ser como aquela mulher de roupa azul? (uma religiosa de hábito). Quando entrei na Congregação e comecei a estudar a nossa missão que é o exercício da compaixão para com aqueles que são obrigados a deixar a sua terra em busca da sobrevivência, os migrantes, os ciganos, os circenses, pessoal da aviação civil, marinheiros, expatriados, imigrantes, comecei a entender que só uma coisa me era necessária: um coração grande, bem grande, um ouvido largo, braços imensos, para acolher escutar e guardar esses queridos de Deus. O hábito nesse sentido se tornou secundário. Acho lindo o hábito, mas acho que usar roupas comuns facilita, em muitos casos, o trabalho missionário, porque nos aproxima mais das pessoas.

noticias.cancaonova.com - No trabalho que a senhora exerce na CRB lida com religiosas (os) de várias congregações diferentes. Como a senhora percebe a riqueza dessa diversidade de carismas na Igreja?

Irmã Rosa Maria: “O Espírito sopra onde quer, como e quando quer”. Essa expressão me é muito valiosa porque Deus é o sumo bem. Ele é o Equilíbrio e por isso fez tudo tão perfeito e para restabelecer a harmonia entre os seres, Ele providencia formas, fala às pessoas nas mais diversas realidades e as convida a ajudar nesta afinação do universo.

Bacana. É assim que surgem as mais variadas formas de ajudar o mundo a ser conforme o sonho de Deus: uns lutam pela dignidade das crianças, outros pela prevenção do tráfico, outros para defender os migrantes, outros para proteger os idosos. Nosso Deus é criativo e de maneira muito amorosa Ele chama e dá o dom, a força necessária para que a pessoa que foi chamada a restabelecer a ordem nessa realidade da história consiga alcançar o objetivo.

Bendito o fundador, bendita a fundadora que ouviu o chamado de Deus e naquele período da história harmonizou algumas realidades, mas diria, mais bendito, bendita, louvado e louvada seja aquele e aquela que respondendo ao chamado de Deus, tem a coragem de, neste mundo de hoje, remar contra a corrente e acreditar que a ordem, a harmonia, a sinfonia do universo, a recuperação da dignidade perdida é possível. Parabéns a você, pai, mãe, leigo, leiga, consagrado, consagrada que acredita neste projeto de Deus e não poupa tempo na luta para torná-lo realidade.

fonte: http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=287128

salmo do dia,

Salmo (Deuteronômio 32,18-21)

Segunda-Feira, 20 de Agosto de 2012
São Bernardo


— Esqueceram o Deus que os gerou.

— Esqueceram o Deus que os gerou.


— Da Rocha que te deu à luz te esqueceste, do Deus que te gerou não te lembraste. Vendo isto, o Senhor os desprezou, aborrecido com seus filhos e suas filhas.

— E disse: Esconderei deles meu rosto e verei, então, o fim que eles terão, pois, tornaram-se um povo pervertido, são filhos que não têm fidelidade.

— Com deuses falsos provocaram minha ira, com ídolos vazios me irritaram; vou provocá-los por aqueles que nem povo são, através de gente louca hei de irritá-los.

evangelho do dia,

Evangelho (Mateus 19,16-22)

Segunda-Feira, 20 de Agosto de 2012
São Bernardo


— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.


Naquele tempo, 16alguém aproximou-se de Jesus e disse: “Mestre, que devo fazer de bom para possuir a vida eterna?” 17Jesus respondeu: “Por que me perguntas sobre o que é bom? Um só é o Bom. Se queres entrar na vida, observa os mandamentos”. 18O homem perguntou: “Quais mandamentos?” Jesus respondeu: “Não matarás, não cometerás adultério, não roubarás, não levantarás falso testemunho, 19honra teu pai e tua mãe, e ama teu próximo como a ti mesmo”.

20O jovem disse a Jesus: “Tenho observado todas essas coisas. Que ainda me falta?” 21Jesus respondeu: “Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens, dá o dinheiro aos pobres e terás um tesouro no céu. Depois, vem e segue-me”. 22Quando ouviu isso, o jovem foi embora cheio de tristeza, porque era muito rico.


- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor.


santo do dia,

São Bernardo

20 de Agosto


Com muita alegria celebramos a santidade do abade e doutor da Igreja: São Bernardo. Nascido no Castelo de Fontaine em 1094, perto de Dijon (França), pertencia a uma família nobre, a qual se assustou com sua decisão radical de seguir Jesus como monge cisterciense.


São Bernardo é considerado pela Família Cisterciense um segundo fundador, pois atraía a tantos para a Ordem, que as mães e esposas afastavam os filhos e maridos do santo; tamanho era real o poder de atração de Bernardo que todos os irmãos, primos e amigos o seguiram. Homem de oração, destacou-se como pregador, prior, místico, escritor, fundador de mosteiros, abade, conselheiro de Papas, Reis, Bispos e também polemista, político e pacificador.


Aconteceu que São Bernardo, mesmo sendo contemplativo, entrou no concreto da realidade da sua época, a ponto de participar de várias polêmicas internas e externas da Igreja da época.


No ano de 1115, o seu abade Estevão mandou-o com doze companheiros fundar, no Vale do Absíntio, aquilo a que São Bernardo chamou Vale Claro (Claraval). Do Mosteiro de Claraval, o santo irradiava a luz do Cristianismo, isto também pelos escritos, como o Tratado do Amor de Deus e o Comentário ao Cântico dos Cânticos; a invocação é fruto de sua profunda e sólida devoção a Nossa Senhora: "Ó clemente, ó piedosa, ó doce e sempre Virgem Maria". Pela Mãe do Céu, foi acolhido na eternidade em 1153.


Escreveu numerosas obras, milhares de cartas, mais de 300 sermões; interveio em todas as disputas doutrinais, em todas as grandes questões religiosas e seculares da época. Por ordem de tempo, considera-se o último dos Padres da Igreja. Um seu editor, falecido em 1707, Mabillon, escreveu sobre ele: "É o último dos Padres mas iguala os maiores".


São Bernardo, rogai por nós!

domingo, 19 de agosto de 2012

Bom dia


Sabes o que significa Família em inglês?



Tropecei em um estranho que passava e lhe pedi perdão. Ele respondeu: “desculpe-me por favor; não a vi.” Fomos muito educados, seguimos nosso caminho, nos despedimos.

Mais tarde, ao estar cozinhando, estava meu filho muito perto de mim. 

Ao me virar quase esbarro nele, imediatamente 

gritei com ele; 

ele se retirou sentido, 

sem que eu notasse 

quão duro que 

lhe falei.

Ao deitar-me, Deus me disse suavemente: Trataste a um estranho de forma cortês. Mas destrataste o filho que amas. 

Vá a cozinha e encontrarás umas flores 

no chão, perto da porta. São as flores que cortou e te trouxe, rosa, amarela e azul. 

Estava calado para te entregar a surpresa e não viste as lágrimas que chegaram a 

seus olhos…

Me senti miserável e comecei a chorar. Suavemente me aproximei de sua 

cama e lhe disse: 

“Desperta pequeno! Desperta! 

São estas as flores que cortaste

para mim?”

Ele sorriu e disse: As encontrei 

junto de uma árvore, e as cortei 

porque são bonitas como você, 

em especial a azul.

Filho, sinto muito pelo que disse hoje, não devia gritar com você. Ele respondeu: 

“está bem mamãe, te amo de todos os modos.”

Eu também te amo e adorei as flores, 

especialmente a azul….

Entenda que se morreres amanhã, em questão de dias a empresa onde trabalhas cobrirá seu posto. 

Mas a família que deixamos sentirá a perda pelo resto da vida. 

Pensa neles, porque geralmente nos entregamos mais ao trabalho que a nossa Família. 

Será que não é uma inversão

pouco inteligente?

Então, que há detrás desta história? 

Sabes o que significa 

Família em inglês?

F A M I L Y: 

“Father And Mother I Love You”

(Papai e Mamãe, eu os amo)

QUE DEUS BENDIGA 

A TODAS AS FAMÍLIAS!!!

 

fonte: http://jardimdafe.blogspot.com.br/

Bento XVI convida fiéis a redescobrirem beleza da Eucaristia

 


'Redescubramos a beleza do Sacramento da Eucaristia que expressa toda a humildade e a santidade de Deus', disse o Papa

 

Redescobrir o valor do Sacramento da Eucaristia. Esse foi o convite feito pelo Papa Bento XVI antes de rezar a oração do Angelus junto aos fiéis católicos neste domingo, 19.

“Ele, grão de trigo, caído nos sulcos da terra, é a primícia da humanidade nova, libertada da corrupção do pecado e da morte. Redescubramos a beleza do Sacramento da Eucaristia que expressa toda a humildade e a santidade de Deus: o seu ser pequeno, fragmento do universo, para reconciliá-lo inteiramente no amor”.

O Pontífice destacou que Jesus não queria um trono terreno, mas sim compartilhar o destino dos profetas. “Jesus não era um Messias como o queriam, que aspirasse a um trono terreno. Não buscava consensos para conquistar Jerusalém; ao contrário, queria ir à Cidade Santa para compartilhar o destino dos profetas: dar a vida por Deus e pelo povo”.

Aos fiéis reunidos no pátio interno da residência de Castel Gandolfo, Bento XVI também comentou a passagem evangélica sobre o discurso de Jesus em Cafarnaum, no dia após o prodígio dos pães e dos peixes.

“Aqueles pães, divididos para milhares de pessoas, não queriam desencadear uma marcha triunfal, mas preanunciar o sacrifício da Cruz, em que Jesus se tornou pão repartido para a multidão, corpo e sangue oferecidos em expiação para a vida do mundo”.

O Papa também lembrou que esse discurso de Jesus foi para fazer com que os discípulos tomassem uma decisão. “E realmente, dentre eles alguns, a partir de então, não o seguiram mais”, disse.

Após a oração mariana, Bento XVI cumprimentou os fiéis em algumas línguas, e concedeu a todos a sua benção apostólica. (CM)

salmo do dia,

Salmo (Salmos 44)

Domingo, 19 de Agosto de 2012
Assunção de Nossa Senhora


— À vossa direita se encontra a rainha,/ com veste esplendente de ouro de Ofir.

— À vossa direita se encontra a rainha,/ com veste esplendente de ouro de Ofir.


— As filhas de reis vêm ao vosso encontro,/ e à vossa direita se encontra a rainha/ com veste esplendente de ouro de Ofir.

— Escutai, minha filha, olhai, ouvi isto:/ “Esquecei vosso povo e a casa paterna!/ Que o rei se encante com vossa beleza!/ Prestai-lhe homenagem: é vosso Senhor!

— Entre cantos de festa e com grande alegria,/ ingressam, então, no palácio real.


evangelho do dia,

Evangelho (Lucas 1,39-56)

Domingo, 19 de Agosto de 2012
Assunção de Nossa Senhora


— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.


Naqueles dias, 39Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judeia.

40Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel.

41Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou no seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 42Com grande grito, exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre! 43Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar? 44Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. 45Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu”.

46Então Maria disse: “A minha alma engrandece o Senhor, 47e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador, 48porque olhou para a humildade de sua serva. Doravante todas as gerações me chamarão bem-aventurada, 49porque o Todo-poderoso fez grandes coisas em meu favor. O seu nome é santo, 50e sua misericórdia se estende, de geração em geração, a todos os que o respeitam.

51Ele mostrou a força de seu braço: dispersou os soberbos de coração. 52Derrubou do trono os poderosos e elevou os humildes. 53Encheu de bens os famintos, e despediu os ricos de mãos vazias. 54Socorreu Israel, seu servo, lembrando-se de sua misericórdia, 55conforme prometera aos nossos pais, em favor de Abraão e de sua descendência, para sempre”.

56Maria ficou três meses com Isabel; depois voltou para casa.



- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor.


santo do dia,

São João Eudes

19 de Agosto


O santo deste dia foi definido por São Pio X como "autor, pai, doutor, apóstolo, promotor e propagandista da devoção litúrgica aos sagrados Corações de Jesus e Maria". São João Eudes nasceu na Normandia, em 1601, num tempo em que o século XVII estava sendo marcado pelo jansenismo, quietismo e filosofismo.


Ao viver numa família religiosa, João estranhou quando externando seu desejo de consagrar-se a Deus encontrou barreiras com o seu pai, que não foram maiores do que o chamado do Senhor, por isto com 24 anos estava sendo ordenado Sacerdote. Homem de Deus, soube colher e promover os frutos do Espírito para a época, tanto assim que foi importantíssimo para a renovação e formação do Clero, evangelização das massas rurais e difusão da espiritualidade centrada nos Corações de Jesus e de Maria, a qual venceu com o amor afetivo de Deus as friezas e tentações da época.


São João Eudes com suas inúmeras missões e escritos influenciou fortemente todo o seu país e o mundo cristão. Depois de fundar a Congregação de Jesus e Maria (Eudistas), ao lado do ramo feminino chamada Refúgio de Nossa Senhora da Caridade, São João Eudes entrou no Céu em 1680 e foi canonizado em 1925.


São João Eudes, rogai por nós!

sábado, 18 de agosto de 2012

Boa noite



PAI NOSSO DA FAMÍLIA




Pai nosso, que estais no céu

Pai nosso, que estais em nosso meio

Pai nosso, que une a nossa família

Pai nosso, que sois o exemplo da Trindade

Pai nosso, que nos abençoais sempre


Santificado seja o Vosso nome,

Santificado seja o vosso nome em nossos lábios

Santificados sejam as nossas ações

Santificados sejam as famílias do mundo inteiro

Santificado seja a nossa unidade


Venha a nós o Vosso reino,

Reino de paz e perdão

Reino de amor e gratidão

Reino de fé e fidelidade

Reino de esperança e compreensão


Seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no céu.

Seja feita a Vossa vontade em nossas palavras

Seja feita a Vossa vontade em nossa missão

Seja feita a Vossa vontade em nossos corações

Seja feita a Vossa vontade na existência de nossa família


O pão nosso de cada dia nos dai hoje.

O pão da palavra que é o Vosso Evangelho

O pão da Eucaristia que é o Vosso Corpo

O pão material que é o Vosso amor

O pão da unidade que é o Vosso desejo


Perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoarmos a quem nos tem ofendido.

Perdoai a nossa falta de amor

Perdoai as nossas incompreensões

Perdoai as nossas inimizades

Perdoai a nossa falta de fé


E não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal,

Do mal da separação

Do mal da desunião

Do mal de não sermos capazes de amar o suficiente os nossos filhos

Do mal da morte e do pecado.


Amém.

 

fonte: http://jardimdafe.blogspot.com.br/